_________________________

"Sem dúvida, a Sociologia não valeria uma hora de trabalho... se não fosse para se atribuir a tarefa de restaurar às pessoas o significado de sua própria ação". [Pierre Bourdieu]
_________________________

29 de novembro de 2015

Volta às aulas...

Prezad@s,


Após a Agenda Acadêmica UFF 2015, iniciaremos as disciplinas de Educação de Jovens e Adultos I [base do PPP-Estágio em Educação de Jovens e Adultos] e Educação do Campo no dia 03/12/2015, próxima quinta-feira.

E a disciplina de Sociologia de Educação II no dia 04/12/2015, próxima sexta-feira.

Até lá!

Marcos Marques

5 de outubro de 2015

[Monitoria] Edital para Sociologia da Educação II - 2015-2

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE
PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO
DIVISÃO DE MONITORIA EDITAL

1. DA IDENTIFICAÇÃO.
1.1 – UNIDADE: Instituto de Educação de Angra dos Reis.
1.2 – DEPARTAMENTO: Educação.
1.3 - TÍTULO DO PROJETO: Fundamentos Sociológicos da Educação (DEDP0001).
1.4 - DISCIPLINAS VINCULADAS AO PROJETO: Sociologia da Educação II (PEDAGOGIA).
1.5 - PROFESSOR ORIENTADOR: Marcos Marques de Oliveira
1.6 - NÚMERO DE VAGAS OFERECIDAS: 1 (uma).

2. DAS INSCRIÇÕES.
2.1 - PERÍODO: de 06 a 23/10/2015.
2.2 - INSCRIÇÕES ON-LINE: sistemas.uff.br/monitoria.
2.3 - PRÉ-REQUISITOS: Ter cursado Sociologia da Educação I (Curso de Pedagogia).

3. DOS DOCUMENTOS EXIGIDOS.
3.1 - Comprovante do cumprimento dos pré-requisitos.

4. DAS PROVAS.
4.1 - DATA E HORÁRIOS: 29/10/2015, às 11h (Prova escrita eliminatória) e 14h (Entrevistas).
4.2 - LOCAL DE REALIZAÇÃO: Departamento de Educação do IEAR.
4.3 - EMENTA: O objetivo geral do projeto é o atendimento ao publico discente matriculado nas disciplinas Sociologia da Educação I e Sociologia da Educação II, destinadas aos alunos de Pedagogia do IEAR.
4.4 - CRITÉRIOS DE SELEÇÃO: Atendimento às atribuições discentes do Programa de Monitoria da UFF, como consta do Anexo I da Instrução de Serviço nº 01/2015.
4.5 - Bibliografia indicada: ARON, Raymond. As etapas do pensamento sociológico. 4ª ed. SP: Martins Fontes, 1993. (Capítulo sobre "Émile Durkheim).
4.6 - NOTA MÍNIMA PARA APROVAÇÃO: 7,00 (sete).
4.7 - CRITÉRIOS DE DESEMPATE: 1º) Melhor Coeficiente de Rendimento (CR); 2º) Estudante com maior idade.
4.8 - INSTÂNCIAS DE RECURSO: DED/IEAR. Prazo: até 72h após a divulgação do resultado.

5. DA ASSINATURA DO TERMO DE COMPROMISSO.
5.1 - Os candidatos classificados deverão comparecer à Secretaria do DED/IEAR após acessarem o Sistema de Monitoria, aceitarem a classificação na vaga e gerarem o Termo de Compromisso para procederem à assinatura do mesmo. Será considerado desistente o candidato que não comparecer no prazo de 1 (uma) semana após o aceite da vaga no Sistema.


Angra dos Reis, 05 de outubro de 2015.

14 de setembro de 2015

[Publicação] Método, amizade e política: Florestan e Caio Prado Jr.

Florestan e Caio Prado Jr. nas manifestações pelas Diretas Já (1984)

Prezad@s,

Nesses 20 anos sem Florestan, a sugestão de leitura de um pequeno trabalho feito em quatro mãos, com meu parceiro de orientações florestânicas, Maycon Bezerra:

Reflexões sobre o método de Marx em Caio Prado Jr. e Florestan Fernandes

Trabalho este apresentado no CEMARX - VIII Colóquio Marx Engels, da Unicamp.

Att. Marcos Marques

15 de agosto de 2015

Editais de seleção para a turma de 2016 do Mestrado Acadêmico em Educação da UFF



Lançados os editais para a formação da nossa nova turma de Mestrado em Educação para o ano de 2016. A inscrição de candidatos brasileiros será de 24 de agosto a 11 de setembro de 2015. Já para os estrangeiros será de 10 a 30 de setembro de 2015.

São 39 vagas para as seguintes Linhas de Pesquisa: Ciência, Cultura e Educação; Diversidade, Desigualdades Sociais e Educação; Estudos do Cotidiano e da Educação Popular; Filosofia, Estética e Sociedade; Linguagem, Cultura e Processos Formativos; Política, Educação, Formação e Sociedade; e Trabalho-Educação.

Os editais podem ser encontrados no nosso site: <http://www.ppg-educacao.uff.br/novo/>.

Att. Marcos Marques de Oliveira
Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Educação
Universidade Federal Fluminense

6 de agosto de 2015

[Pesquisa] A Pedagogia da Alternância em foco

Prezad@s,

Duas notícias importantes para os que acompanham a Pedagogia da Alternância:

1. O falecimento do fundador do Mepes, Pe. Humberto Pietrogrande:


2. E o bom rendimento das Escolas Famílias Agrícolas no ENEM 2014:

Link: http://www.ebc.com.br/educacao/2015/08/escolas-familiares-agricolas-estao-entre-melhores-instituicoes-privadas-do-pais

Temas, vale lembrar, que vimos abordando há algum tempo, tal como nos seguintes textos:

1. MEPES: 40 anos em Educação do Campo

2. Juventude rural e Pedagogia da Alternância

3. Vozes e visões do campo

4. Jovens e Educação no Campo: por uma política de reconhecimento dos movimentos
sociais campesinos

5. Uma vida dedicada à educação popular

Agradeço a Diego, Adryan e Rogério por estarem me acompanhando nessa empreitada, que tem a finalidade de conhecer melhor (e, principalmente, ajudar a difundir) esse interessante fenômeno educacional brasileiro de origem popular, que tem na iniciativa pioneiro do Pe. Humberto o seu pilar.

A ele, com quem pude travar uma pequena mais rica conversa, minha singela homenagem.

Att. Marcos Marques


24 de junho de 2015

[Livro] Buey, um marxista sem ismos



Prezad@s,

Segue link para o livro Encontros com Paco Buey, publicado pela Editora da UFMT em 2003, organizado por Artemis Torres e Márcia Pasuch, e agora disponível para download.

Nele, participo com o capítulo "Buey: um filósofo da práxis para o século XXI".

Att. Marcos Marques

4 de junho de 2015

[Lançamento: 23/06] Cidades-Totais: o (nada) sublime espaço pós-moderno


Sinopse
Não é nova a busca de apartamento dos estratos sociais mais favorecidos. A novidade pós-moderna está na negação da utopia modernista, que visava à transformação do externo pela força de uma nova linguagem espacial, baseada na tecnologia e numa organização social de novo tipo - em tese, mais solidária e igualitária.

O fracasso (ou derrota?) dessa perspectiva acarretou na emergência das aglomerações pós-iluministas, que passaram a comportar o que o crítico literário Frederic Jameson denominou de "cidades-totais" - espaços fechados de convivência congêneres à lógica cultural do capitalismo tardio, produtora radical de conformidade e conformismo.

Hotéis, shopping centers e condomínios de luxo são os sintomas mais visíveis desse fenômeno que, segundo o citado marxista norte-americano, colaboram para o esmorecimento da ideia de espaços e homens públicos, em prol da reificação do desejo-fetiche de territórios e seres que se querem exclusivamente privados.

Em espaços desse tipo é que ocorre a junção de estruturas mentais e concretas que produzem a subjetividade contemporânea, evidenciadas não apenas nos citados símbolos da arquitetura pós-moderna, mas também nas opções políticas privatistas engendradas para enfrentar os déficits coletivos de segurança, saúde e educação.

Como afirma o filósofo ítalo-brasileiro Giovanni Semeraro, no prefácio do livro, este ensaio de Marcos Marques de Oliveira, "sem muitos rodeios", leva o leitor a entender a esquizofrenia pós-moderna, ao recriar as análises originais feitas por Jameson em uma das nossas “cidades-totais” periféricas: o World Trade Center (WTC) da necrópole paulistana.


O Autor
Marcos Marques de Oliveira é bacharel em Ciências Sociais e em Comunicação Social. Mestre em Ciência Política e Doutor em Educação Brasileira (UFF). Atualmente é Professor Adjunto III da UFF, responsável pelas disciplinas de Sociologia da Educação e de Educação do Campo, no Curso de Pedagogia do Instituto de Educação de Angra dos Reis (IEAR).

Colabora com o curso de Políticas Públicas, bacharelado que ajudou a criar, no mesmo campus. Desde 10/2013, está vinculado à linha de pesquisa "Filosofia, Estética e Sociedade" do Programa de Pós-Graduação em Educação da Faculdade de Educação (FEUFF), em Niterói. No âmbito administrativo, foi Chefe do Departamento de Educação (DED/IEAR), de 2011 a 2013, e está como Sub-Chefe do mesmo órgão desde junho de 2013.

É, ainda, integrante do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Filosofia, Política e Educação (NUFIPE) e do Grupo de Estudos e Pesquisas em Sociologia, Política e Educação (GEPSPE), com estudos sobre Antonio Gramsci, Educação do Campo, Juventude Rural, Florestan Fernandes, Ensino Privado e Sociologia da Educação.

Livros publicados: Florestan Fernandes - Coleção Educadores (INEP-MEC, 2010); Vozes e visões do campo (Peirópolis, 2009); Os empresários da educação e o sindicalismo patronal (EDUFS, 2002).

4 de maio de 2015

[Agenda] Seleção da turma de 2015 do doutorado do Programa de Pós-Graduação em Educação da UFF



As inscrições ao processo seletivo para a turma de doutorado, que iniciará o curso no segundo semestre de 2015, estarão abertas no período de 27 de abril a 26 de maio próximos. Maiores informações podem ser encontradas no Edital de Seleção, disponível na página: http://www.ppg-educacao.uff.br/novo/.

Att. Marcos Marques

25 de abril de 2015

[Artigo] Juventude rural e Pedagogia da Alternância



Prezad@s,

Nosso último texto, "Juventude rural e a pedagogia da alternância", publicado na Revista Sodebras - Soluções para o Desenvolvimento do País (volume 10, número 113, maio de 2015).

Att. Marcos Marques

[Revista] Novo volume da Revista Brasileira de Sociologia

A Coordenação Editorial da Revista Brasileira de Sociologia, da Sociedade Brasileira de Sociologia, comunica que está disponível o novo número da publicação.

 Revista Brasileira de Sociologia


http://www.sbsociologia.com.br/revista/index.php/RBS/index

Att. Marcos Marques

28 de março de 2015

[Monitoria] Vaga para o projeto "Fundamentos Sociológicos da Educação"

Prezad@s,

Estão abertas as inscrições para o processo seletivo de monitoria do projeto "Fundamentos Sociológicos da Educação".
 
A prova escrita e a entrevista irão acontecer no dia 09 de abril, quinta-feira.

Os requisitos estão disponíveis no edital que está afixado nos murais da Pedagogia do IEAR.

Para se inscrever, basta que o aluno acesse a página da monitoria incluindo seus dados, digitando "DED" e clicando na escolha do projeto.


Sorte!

2 de março de 2015

[Artigo] Florestan e a fundação do Rio de Janeiro

Prezad@s,

Da série "Por quê estudar Florestan Fernandes". Artigo do jornalista Pedro Dória, de O Globo (01/03/2015) sobre a fundação da cidade do Rio de Janeiro, que cita a relevância da obra de Florestan Fernandes para a história inaugural dessa experiência civilizatória nos trópicos chamada "Brasil".

Vale ler!

Att. Marcos Marques


24 de fevereiro de 2015

[Livro] A concepção ontológica na obra de Paulo Freire

Diego Chabagolty, doutor em Educação pela UFF, está publicando sua tese sobre o tema acima.

O livro tem como objetivo realizar uma investigação acerca da concepção de ontologia presente na obra de Paulo Freire. Procura mostrar que o entendimento dos pressupostos ontológicos da práxis educativa freiriana é indispensável para a compreensão crítica de seu pensamento.

O trabalho se justifica por se tratar de uma questão crucial para a compreensão da proposta do educador popular brasileiro, mas pouco explorada, dada a quase inexistência de pesquisas sobre o tema, sobretudo na utilização de matrizes marxistas sobre seu ideário.

Freire é reconhecida referência para movimentos sociais e populares e a compreensão de sua obra ressente de estudos que busquem tornar mais claras as relações existentes entre os princípios ontológicos de suas propostas educativas e o entendimento marxista da totalidade e da ontologia do ser social.

Quem quiser um exemplar, é só contribuir para a confecção do livro, através do seguinte depósito bancário:

Bradesco
ag 6764 
c/c 0550155-5
cpf 076.445.547-85
R$ 40,00

Depois enviar para o e-mail do nosso companheiro: .

E, claro, aguardar a produção e o envio.

Att. Marcos Marques

11 de fevereiro de 2015

[Monitoria] Vaga para o projeto "Fundamentos Sociológicos da Educação"

Émile Durkheim (Revista Cult)

Prezad@s,

Estarão abertas, em breve, as inscrições para as monitorias do Curso de Pedagogia do IEAR/UFF.

Todos os quatro editais podem ser consultados no sistema de monitorias da UFF.

Entre os projetos, temos o "Fundamentos Sociológicos da Educação", destinado às disciplinas de Sociologia da Educação I e II.

Em resumo:

1 - TÍTULO DO PROJETO: Fundamentos Sociológicos da Educação (DEDP0001).
Disciplinas: Sociologia da Educação I; Sociologia da Educação II (Curso de Pedagogia).
- PROFESSORES ORIENTADORES: Marcos Marques de Oliveira e Elionaldo Fernandes Julião
- Número de vagas oferecidas: 1 (uma).

2. DAS INSCRIÇÕES.
- PERÍODO: 23/02/2015 a 06/03/2015.
- INSCRIÇÕES ON-LINE: sistemas.uff.br/monitoria.
- PRÉ-REQUISITOS: Ter cursado uma das disciplinas vinculadas ao projeto.

3. DOS DOCUMENTOS EXIGIDOS.
- Comprovante do cumprimento dos pré-requisitos.

4. DAS PROVAS.
4.1 - Data e HorárioS: 12/03/2015, às 11h (Prova escrita eliminatória) e 14h (Entrevistas).
4.2 - Local de realização: Departamento de Educação do IEAR.
4.3 - Ementa: O objetivo geral do projeto é o atendimento ao publico discente matriculado nas disciplinas Sociologia da Educação I e Sociologia da Educação II, destinadas aos alunos de Pedagogia do IEAR.
4.4 - Critérios de seleção: Atendimento às atribuições discentes do Programa de Monitoria da UFF, como consta do Anexo I da Instrução de Serviço nº 01/2015.
4.5 - Bibliografia indicada: ARON, Raymond. As etapas do pensamento sociológico. 4ª ed. SP: Martins Fontes, 1993. (Capítulo sobre "Émile Durkheim).
4.6 - Nota mínima para aprovação: 7,00 (sete).
4.7 - Critérios de desempate: 1º) Melhor Coeficiente de Rendimento (CR); 2º) Estudante com maior idade.

4.8 - Instâncias de recurso: DED/IEAR. Prazo: até 72h após a divulgação do resultado.

Mais informações: https://drive.google.com/file/d/0B6-EkoT_Z7ycc2IwSDJsa0lNSlE/view?usp=sharing

Att. Marcos Marques

10 de fevereiro de 2015

3 de fevereiro de 2015

[Documentário] Pensando com Florestan Fernandes



Prezad@s,

Segue link do material impresso que acompanha o documentário "Pensando com Florestan Fernandes", da Série Realidade Brasileira, produzida pela Fundação Darcy Ribeiro, TV Educativa do Paraná e a Escola Nacional Florestan Fernandes (MST).

O filme, no qual tenho uma pequena participação, está sendo exibido por diversas emissoras universitárias do Brasil.

Att. Marcos Marques de Oliveira.

2 de fevereiro de 2015

[Artigo] Florestan Fernandes e o mito da democracia racial brasileira


Prezad@s,

Minha última publicação, o artigo "Florestan Fernandes e o mito da democracia racial brasileira", publicado na revista virtual Encontros com a Filosofia [En_Fil], número 4, de dezembro de 2014.

Fica a dica de leitura.

Att. Marcos Marques de Oliveira


31 de janeiro de 2015

[Bauman] 'Pero no soy una estrella'

Zygmunt Bauman"Es posible que ya estemos en plena revolución"

Compartir
2K
Sociólogo y pensador, con medio siglo de trabajo a sus espaldas, Zygmunt Bauman emergió en la sociedad desorientada que empezaba el nuevo milenio como el lúcido analista de las contradicciones de la posmodernidad, y su concepto de “sociedad líquida” ha triunfado en todo el mundo.

[Sugestão de Leitura]: Revista MG Magazine.